Lovatic Fanática

Demi Lovato + Funny Faces

(via love-radioacttive)

É sociedade, queria ser gorda que nem ela;

(Source: warriorsweet, via love-radioacttive)

demi-fatos:

entrevista feita com a dona do tumblr, Demi-fatos, 1ª entrevista.
   Quais problemas você enfrentava? Eu nunca estive bem comigo mesma, não gostava de comer, e achava que todas as meninas eram melhores que eu. Eu fui apaixonada por um garoto, que namorava uma menina muito magra, e achava que o motivo de ele não me querer era que eu tinha mais corpo. Eu também passei por muitos problemas familiares, sofri muito com a separação dos meus pais, eu tinha muitas mágoas dele, e fiquei feliz por isso… Mas então ele e minha mãe resolveram dar um segunda chance ao casamento, mas eu sempre sofri muito. Me mutilei a primeira vez quando ouvi ele no telefone com uma amante, então adquiri essa “técnica” e me arrependo até hoje disso.
Como a Demi entrou na sua vida, pra ajudar você nessa história? Eu sempre curtia muito o trabalho na tv e as músicas dela… Mas acho que me tornei Lovatic quando vi que ela se internou, e eu chorei a noite toda no quarto. Comprei uma Capricho que falava um pouco sobre o “Surto de Demi” e dali, pedia a Deus todos os dias por ela, pela sua vida. Quando ela saiu, fez as tatuagens e Skyscraper saiu, a primeira vez que escutei, me tranquei no quarto e chorei até de madrugada. Era bastante insano, sabe? Ouvir aquela garota meio que conversar comigo através de sua música. Dali, soube que nunca mais ficaria sozinha. Que agora, Deus tinha mandado um anjo pra cuidar de mim.
   Qual música dela você acha que te ajudou a passar por esses momentos? Sem a mínima dúvida, foi Skyscraper, Believe In Me, Fix a Heart e For The Love Of Daugther. É como se eu tivesse uma conexão especial com essas músicas, como se a Demi tivesse pego meu coração, espremido e dele saísse aquelas letras. Chega a ser inacreditável!
   Você acha que a Demi pode continuar salvar vidas?Acho que ela salva vidas diariamente. Eu admiro tanto tudo o que ela faz, a admiração que as pessoas sentem, e a confiança que ela tem. Ela realmente salva almas perdidas e cura corações! Isso é realmente lindo!
  Quando você acha que conseguiu superar verdadeiramente? Eu moro no RJ, e ela fez um show aqui em abril… Minha família não tinha condição financeira pra comprar o ingresso do meu show, e nossa, eu fiquei arrasada! Eu pedia a Deus todos os dias pra que deixasse que eu fosse, que ali eu sabia que nunca mais ia fazer nenhuma besteira comigo mesma… No dia 18, um dia antes do show, eu fui pra escola quase morrendo de tanta tristeza. Eu queria me mutilar, porque não tava aguentando. Então, meus amigos sentaram a minha volta no meio da aula e começaram a rir entre si. Perguntaram algumas coisas sobre o show e eu fiquei realmente muito chateada por eles estarem me lembrando que não ia. Quando viram que eu ia começar a chorar, falaram: “Olha, compramos o seu ingresso, amanhã você vai pro show”. Foi tudo insano, eu não conseguia acreditar… Assim que cheguei em casa, falei com minha amiga e fomos no dia 19 de madrugada. Ficamos cerca de 11horas e meia na fila, rs. Quando a Demi chegou no Citibank Hall, todos saíram correndo atrás dela, e então depois de um tempo, saiu um fotógrafo lá de dentro, com o cartão de acesso… Ele começou a nos filmas na grade, e depois gravou um vídeo meu, falando pra Demi sobre tudo o que tenho passado e de como ela tem me ajudado diariamente. Eu chorei tanto, que não lembro as palavras que falei, mas disse tudo! Depois, um segurança disse que ela recebeu o vídeo e chorou assistindo. Eu não acreditei muito, mas… rs. Então, no show, eu chorei tanto, foi como uma libertação… Ali eu superei uma parte. A outra parte foi quando saiu aquele vídeo, Give Your Heart a Break - On The Road In Brazil e eu apareci na parte da grade. Ali tive a certeza que ela recebeu o meu vídeo, e sinto que agora, tá tudo completo!
  Você tem orgulho de tudo que tem superado?  Tenho sim e muito… Como ela sempre diz, isso é uma batalha diária, e você tem que se manter forte em todo o tempo. Agora eu sei que tem alguém no mundo que me entende, que eu não to sozinha. Eu sinto que ela cuida de mim, assim como cuida de todos os Lovatics.

demi-fatos:

entrevista feita com a dona do tumblr, Demi-fatos, 1ª entrevista.

   Quais problemas você enfrentava? Eu nunca estive bem comigo mesma, não gostava de comer, e achava que todas as meninas eram melhores que eu. Eu fui apaixonada por um garoto, que namorava uma menina muito magra, e achava que o motivo de ele não me querer era que eu tinha mais corpo. Eu também passei por muitos problemas familiares, sofri muito com a separação dos meus pais, eu tinha muitas mágoas dele, e fiquei feliz por isso… Mas então ele e minha mãe resolveram dar um segunda chance ao casamento, mas eu sempre sofri muito. Me mutilei a primeira vez quando ouvi ele no telefone com uma amante, então adquiri essa “técnica” e me arrependo até hoje disso.

Como a Demi entrou na sua vida, pra ajudar você nessa história? Eu sempre curtia muito o trabalho na tv e as músicas dela… Mas acho que me tornei Lovatic quando vi que ela se internou, e eu chorei a noite toda no quarto. Comprei uma Capricho que falava um pouco sobre o “Surto de Demi” e dali, pedia a Deus todos os dias por ela, pela sua vida. Quando ela saiu, fez as tatuagens e Skyscraper saiu, a primeira vez que escutei, me tranquei no quarto e chorei até de madrugada. Era bastante insano, sabe? Ouvir aquela garota meio que conversar comigo através de sua música. Dali, soube que nunca mais ficaria sozinha. Que agora, Deus tinha mandado um anjo pra cuidar de mim.

   Qual música dela você acha que te ajudou a passar por esses momentos? Sem a mínima dúvida, foi Skyscraper, Believe In Me, Fix a Heart e For The Love Of Daugther. É como se eu tivesse uma conexão especial com essas músicas, como se a Demi tivesse pego meu coração, espremido e dele saísse aquelas letras. Chega a ser inacreditável!

   Você acha que a Demi pode continuar salvar vidas?Acho que ela salva vidas diariamente. Eu admiro tanto tudo o que ela faz, a admiração que as pessoas sentem, e a confiança que ela tem. Ela realmente salva almas perdidas e cura corações! Isso é realmente lindo!

  Quando você acha que conseguiu superar verdadeiramente? Eu moro no RJ, e ela fez um show aqui em abril… Minha família não tinha condição financeira pra comprar o ingresso do meu show, e nossa, eu fiquei arrasada! Eu pedia a Deus todos os dias pra que deixasse que eu fosse, que ali eu sabia que nunca mais ia fazer nenhuma besteira comigo mesma… No dia 18, um dia antes do show, eu fui pra escola quase morrendo de tanta tristeza. Eu queria me mutilar, porque não tava aguentando. Então, meus amigos sentaram a minha volta no meio da aula e começaram a rir entre si. Perguntaram algumas coisas sobre o show e eu fiquei realmente muito chateada por eles estarem me lembrando que não ia. Quando viram que eu ia começar a chorar, falaram: “Olha, compramos o seu ingresso, amanhã você vai pro show”. Foi tudo insano, eu não conseguia acreditar… Assim que cheguei em casa, falei com minha amiga e fomos no dia 19 de madrugada. Ficamos cerca de 11horas e meia na fila, rs. Quando a Demi chegou no Citibank Hall, todos saíram correndo atrás dela, e então depois de um tempo, saiu um fotógrafo lá de dentro, com o cartão de acesso… Ele começou a nos filmas na grade, e depois gravou um vídeo meu, falando pra Demi sobre tudo o que tenho passado e de como ela tem me ajudado diariamente. Eu chorei tanto, que não lembro as palavras que falei, mas disse tudo! Depois, um segurança disse que ela recebeu o vídeo e chorou assistindo. Eu não acreditei muito, mas… rs. Então, no show, eu chorei tanto, foi como uma libertação… Ali eu superei uma parte. A outra parte foi quando saiu aquele vídeo, Give Your Heart a Break - On The Road In Brazil e eu apareci na parte da grade. Ali tive a certeza que ela recebeu o meu vídeo, e sinto que agora, tá tudo completo!

  Você tem orgulho de tudo que tem superado?  Tenho sim e muito… Como ela sempre diz, isso é uma batalha diária, e você tem que se manter forte em todo o tempo. Agora eu sei que tem alguém no mundo que me entende, que eu não to sozinha. Eu sinto que ela cuida de mim, assim como cuida de todos os Lovatics.